15 policiais rodoviários são presos sob suspeita de corrupção em SP

A suspeita de envolvimento em um esquema de corrupção fez com que 15 policiais rodoviários de Franca (400 km de SP) fossem presos nesta quarta-feira (30). Eles ficarão presos administrativamente por cinco dias para que não interfiram nas investigações.

Uma das suspeitas, segundo o tenente coronel da PM João Alberto Nogueira Júnior, comandante do 3º Batalhão da Polícia Rodoviária de SP, é de favorecimento de empresas de guincho durante apreensões de veículos.

A outra suspeita, de acordo com Nogueira Júnior, envolve cobrança de propina de transportadoras que tivessem veículos irregulares apreendidos. Todos os policiais presos atuam na base da Polícia Militar Rodoviária de Franca.

Após a conclusão do inquérito, se comprovado o envolvimento dos policiais, eles poderão ser demitidos ou expulsos da corporação.

OUTRO LADO

O advogado Bruno Aguiar de Oliveira, que representa os policiais, afirmou que não foi informado oficialmente sobre os motivos das prisões e, por esse motivo, não pode se manifestar a respeito do suposto envolvimento com as empresas de guincho.

“O que sei é que eles foram levados à Corregedoria por suspeita de corrupção, para que os fatos sejam apurados”, disse.

Segundo ele, os policiais poderão voltar ao trabalho na terça-feira de manhã caso não haja comprovação das denúncias.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog