Alunos têm intoxicação após comer merenda escolar no Rio

Pelo menos 56 alunos, um professor e um servente foram internados na quinta-feira (15) após comer merenda escolar no Centro Educacional Beatriz Silva, em Teresópolis, região serrana do Rio.

Segundo a prefeitura, as aulas foram suspensas nesta sexta-feira para que especialistas da Secretaria Municipal de Saúde e da Vigilância Sanitária realizem uma “varredura” no colégio para tentar descobrir as causas da contaminação.

Amostras de alimentos e da água de bebedouros e bicas da escola também foram colhidos para análise. Por volta das 10h, técnicos inspecionavam o refeitório da escola.

Na noite de ontem, os alunos e funcionários que passaram mal foram levados para hospitais da região com sintomas de diarreia e vômito. De acordo com a prefeitura, não há registro de casos graves.

Os estudantes, com idade entre 11 e 16 anos, são do turno da manhã e comeram uma merenda, na hora do almoço, feita na escola por uma empresa terceirizada. Ainda não há informações se a intoxicação foi provocada por alimentos ou pela água.

Os jovens e os dois adultos passaram por exames e foram liberados dos hospitais.

A Prefeitura de Teresópolis informou que todas as secretarias municipais ficaram de prontidão na noite de ontem para disponibilizar veículos para que agentes da Secretaria Municipal de Educação se dirigissem às residências dos estudantes intoxicados com o objetivo de verificar o estado de saúde deles.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog