Andres diz que entende Chicão e nega crise no Corinthians

O presidente do Corinthians, Andres Sanchez, disse que ficou triste com a decisão do zagueiro Chicão não ter ido para o jogo contra o São Paulo, mas falou que entende o jogador. Ele também negou que o clube esteja em crise.

Tite fica irritado com perguntas sobre Chicão
São Paulo empata com o Corinthians e assume a ponta
Corintianos ficam satisfeitos com empate e defendem Chicão
Leia as últimas do Corinthians
Veja galeria de fotos do clássico

“Fiquei triste. Não aprovo o que ele fez. Acho que como capitão ele tinha que ficar, mas eu entendo, até achei que ele foi corajoso. Ele não sentia confiança para se apresentar, foi até o treinador e falou isso. Ele treinou nesta quarta e vai treinar nesta quinta. Não vejo problema”, disse o mandatário para a Rádio Bandeirantes.

Luiz Carlos Murauskas-20.jul.2011/Folhapress
O presidente do Corinthians, Andres Sanchez, durante evento no terreno do Itaquerão
O presidente do Corinthians, Andres Sanchez, durante evento no terreno do Itaquerão

Sobre o empate sem gols com o São Paulo, no Morumbi, ele não criticou o resultado, disse que o time não está em crise e que ainda briga pelo título do Nacional.

“Gostar [do resultado], eu não gostei. Vitória seria melhor, mas pelo jeito que foi o jogo o resultado foi bom. Não tem crise no Corinthians. Os resultados é que não tem ajudado. Temos que focar no nosso trabalho e fazer o melhor. Estamos na briga”, afirmou.

Sanchez falou que os protestos da torcida são arquitetados, mas revelou por quem.

“Não tem protesto da torcida. Tem um grupo que é mandado e quer o Tite fora. Assim como parte da imprensa. Vocês [jornalistas] sabem quem são”, disse.

O presidente corintiano disse também que não vai lamentar se sua gestão terminar sem o título Brasileiro. Sanchez quer antecipar as eleições para dezembro.

“Quando assumi, eu não prometi títulos. Eu prometi reestruturar o clube. Fiz o CT, vou deixar o estádio quase pronto, estádio para base. Quem assumir depois de mim vai ter que se preocupar com títulos porque não vai ter mais outras preocupações”, finalizou.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog