Apoio de Maluf é disputado às vésperas de virar réu em processo do STF

O deputado federal Paulo Maluf (PP) pode virar réu em processo no STF (Supremo Tribunal Federal) que vai a julgamento na próxima semana. Ele é acusado de lavagem de dinheiro e de manter recursos ilegais no exterior. O ex-prefeito nega o crime e diz que as contas não são dele.

A informação é da coluna Mônica Bergamo, publicada na Folha .

O apoio de Maluf está sendo disputado para as eleição municipal de 2012. Além do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), também o PMDB tenta atrair Maluf para uma aliança. O partido quer que ele apoie Gabriel Chalita (PMDB-SP) a prefeito, trazendo junto os cerca de dois minutos a que seu partido, o PP, terá direito nos programas de TV.

ANIVERSÁRIO

No dia 4, o vice-presidente da República Michel Temer (PMDB), o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito Gilberto Kassab estiveram entre as autoridades presentes ao concerto que comemorou os 80 anos de Maluf, na Sala São Paulo.

Rodrigo Capote/Folhapress

Questionado sobre o atual lugar de Maluf na política brasileira, Temer disse: “Ele sempre ocupa um lugar de proa, um lugar de prestígio”.

Sobre eventuais alianças do PP de Maluf com seu novo partido, o PSD, Kassab esquivou-se: “Nas alianças, evidentemente temos que ver os nossos projetos para avaliar. As alianças vão ser definidas pelas direções partidárias”.

Elogiado por Maluf, o deputado federal Aldo Rebelo (PC do B-SP) disse que a festa “não é um acontecimento político ou ideológico”, mas “um acontecimento social”.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog