Após cem dias de governo, Humala tem 58,5% de aprovação no Peru

O presidente do Peru, Ollanta Humala, completou nesta quinta-feira seus primeiros cem dias de governo com um índice de aprovação de 58,5%, apontou uma pesquisa publicada pela Companhia Peruana de Pesquisa (CPI, na sigla em espanhol).

Segundo dados da sondagem, os avanços mais importantes da gestão de Humala foram, para 17,7%, “a execução de programas sociais”, para 9,1%, “lutar contra a corrupção” e, para 7,5%, “dar apoio aos mais necessitados”.

A respeito do “erros” do mandatário, 11,8% da população apontou “não cumprir suas promessas”, 11,6% “o entorno de seu partido / o escândalo do vice-presidente Omar Chehade” e 10,9% a “corrupção que envolve seu partido / não combater a corrupção”.

Guillermo Legaria/France Presse – 8.nov.2011
Em início de mandato, presidente peruano Ollanta Humala encerra cem primeiros dias de governo com 58,5% de aprovação
Em início de mandato, presidente Ollanta Humala encerra cem primeiros dias de governo com 58,5% de aprovação

Sobre a situação do segundo vice-presidente e congressista Chehade, que atualmente é investigado por um suposto envolvimento com tráfico de influências, cerca de 70% dos peruanos acreditam que ele “deveria renunciar ao cargo”.

A esposa do presidente, Nadine Heredia, obteve o maior índice de aprovação (64,2%) entre os funcionários e integrantes da equipe de Humala. Ela, além de ter ajudado a fundar o partido governista Nacionalista Peruano, participa de uma série de atividades e viagens do marido desde a campanha eleitoral.

Uma pesquisa divulgada recentemente no Peru classificou Heredia como a terceira pessoa mais poderosa do país. Desta forma, ela é a mulher que alcançou a posição mais alta na história do ranking.

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 7 de novembro, consultando a opinião de 1.450 pessoas. A sondagem tem uma margem de erro de 2,6% e um nível de confiança de 95%.

DA ANSA, EM LIMA

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog