Após vitória no clássico, Leão elogia Lucas e alfineta empresário


SPFW 2012
O meia-atacante Lucas adotou um discurso cauteloso e elogiou o técnico Leão após a vitória por 3 a 2 sobre o Santos, válida pela 14ª rodada do Paulista. O treinador também falou bem do atleta, mas não deixou de dar uma alfinetada.

“O ambiente é bom. O Leão sempre me deu liberdade. Quando ele fala é para o meu bem. Sou novo e tenho que escutar”, disse Lucas, autor do terceiro gol da equipe do Morumbi no clássico deste domingo.

Julia Chequer/Folhapress
Leão brinca com Cortez após vitória no clássico
Leão brinca com Cortez após vitória no clássico

O comandante do time, ao mesmo tempo que elogiou o jogador, aproveitou para alfinetá-lo. Além de Lucas, Leão também cutucou o empresário do atleta, Vagner Ribeiro. O agente falou que “Lucas é uma Ferrari e estava sendo má conduzida”.

“Eu apendi a dirigir uma Ferrari. Quem fala muito, erra muito. Temos que falar menos e trabalhar mais. Olha a diferença do Lucas de hoje [domingo] para o da semana passada”, cutucou Leão.

As declarações acontecem depois de uma rusga entre os são-paulinos. Após ser cobrado pelo técnico por não tocar a bola, o camisa 7 usou o Twitter para desabafar “Às vezes, não entendo. Se parto pra cima, eu tô errado. Se toco de lado, também estou errado.. Não sei mais o que faço”, postou no microblog depois da vitória por 1 a 0 sobre o Independente, do Pará, na ida da primeira fase da Copa do Brasil.

No jogo seguinte do time tricolor, contra a Portuguesa, pelo Paulista, a atuação de Lucas mostrou mesmo que ele não sabia mais o que fazer em campo. Tímido, o meia-atacante evitou o drible e acabou substituído no segundo tempo.

Ricardo Nogueira/Folhapress
Lucas comemora o terceiro gol do São Paulo no clássico contra o Santos
Lucas comemora o terceiro gol do São Paulo no clássico contra o Santos

Na ocasião, o desempenho do camisa 7 voltou a ser criticado pelo treinador, mas dessa vez pela ausência de dribles. “O Lucas me pareceu tocando a bola quando poderia individualizar. Não rendeu, e é por isso que saiu”, disse o técnico do São Paulo à época.

Com o resultado do clássico, o São Paulo assume a vice-liderança com 31 pontos –a mesma pontuação do Corinthians que empatou com o Comercial por 3 a 3–mas leva vantagem sobre o rival no saldo de gols (15 a 10). O Santos, por sua vez, permanece em quarto, com 27 pontos.

Na próxima rodada, o São Paulo visita o Mirassol, enquanto o Santos recebe o Bragantino. Antes de enfrentar o time de Bragança, o clube litorâneo encara os peruanos do Juan Aurich, pela Libertadores, na quinta-feira, no Pacaembu.

Fonte: Da Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog