Árbitro diz que foi ofendido por Neymar

“Você está de palhaçada comigo.” Foram essas as palavras que resultaram na expulsão de Neymar na derrota para o Atlético-MG, quinta, por 2 a 1. O relato é do árbitro Wilton Pereira Sampaio (DF) na súmula da partida.

Segundo o juiz, o atacante foi expulso de forma direta “por empregar linguagem ofensiva e gesticular de modo abusivo contra minha pessoa.”

Neymar foi advertido primeiro com o cartão amarelo por reclamar com Sampaio. Na sequência, ironizou a punição ao aplaudir o árbitro.

  Ricardo Nogueira – 18.ago.11/Folhapress  
Muricy Ramalho conversa com Neymar
Muricy Ramalho conversa com Neymar

O camisa 11 fazia em Sete Lagoas sua segunda partida em menos de 48h –na terça-feira atuou na vitória do Brasil sobre o México por 2 a 1, em Torreón.

Aparentemente cansando, ainda enfrentou a forte marcação atleticana. Alvo constantes dos rivais, sofreu 10 das 38 faltas cometidas pelos mineiros.

A expulsão irritou o técnico Muricy Ramalho, que deu uma bronca no jogador assim que ele deixou o gramado. Ao final da partida, porém, o treinador fez críticas mais leves.

“Conversei com ele, ele não pode fazer isso. Não importam os erros de arbitragem. Ele tem que se acostumar com isso”, disse Muricy, que depois revelou que Neymar, arrependido, chorou no vestiário e pediu desculpas aos companheiros.

“Ele tem que saber que vai ser caçado. Não pode perder a cabeça. Ele errou”, afirmou o treinador.

Muricy, entretanto, disse que situações como essa podem ser importantes para a carreira de Neymar. “É bom isso acontecer com ele, que ainda está em formação. Pode ter certeza que ele vai pensar duas vezes antes de fazer isso outra vez”, declarou. “O bom do Neymar é que ele é humilde para perceber que errou.”

Neymar desfalca o time no confronto com o Grêmio, domingo, às 16h, na Vila Belmiro. Rentería pode ser utilizado em seu lugar.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog