Artilheiro pede demissão do Paysandu após polêmica em rede social

O atacante Josiel, maior contratação do Paysandu para a Série C do Brasileiro, pediu demissão ontem após sofrer intensa pressão dos torcedores do Pará.

O centroavante só fez três gols pelo time de Belém desde que foi contratado, em julho, mas o motivo do descontentamento da torcida está em postagens que apareceram em seu perfil na rede social Facebook.

Josiel, 31, foi o artilheiro da Série A do Brasileiro em 2007, atuando pelo Paraná. Ele também teve passagens pelo Flamengo em 2008 e 2009 e pelo Atlético-GO, no ano passado.

Bruno Domingos-26.abr.2009/Reuters
Josiel disputa bola quando ainda defendia o Flamengo, em 2009
O atacante Josiel disputa bola quando ainda defendia o Flamengo, em 2009

Há uma semana, um torcedor descobriu na página de Josiel mensagens a amigos em que ele demonstrava não gostar de morar em Belém e dizia não ver a hora de deixar a cidade ao final do campeonato.

Em outra ocasião, ao ser perguntado se na capital paraense havia “paquitas”, o atacante gaúcho respondeu: “Só paquitas depois do incêndio.” Nova mensagem dizia: “Saudade do meu Rio Grande, Goiânia, de gente bonita.”

Revoltados, os torcedores enviaram a página para a imprensa local, o caso ganhou repercussão no Pará.

Josiel, que tinha contrato até o final de novembro, negou ter escrito as mensagens, que logo depois foram apagadas, assim como toda a página. “Foi alguém usando meu nome para tentar fazer polêmica”, afirmou o jogador em entrevista coletiva.

O centroavante passou a ser seguido de perto por torcedores inconformados com a situação. O Paysandu reforçou a segurança do clube durante os treinamentos, e Josiel começou a andar escoltado. Até que nesta quarta-feira, atendendo a pedidos da sua mulher e temendo que algo pior acontecesse, o atacante pediu para deixar o time.

“O que ele colocou na internet foi uma infantilidade”, afirmou Fred Carvalho, diretor de futebol do Paysandu. “Mas também foi uma coisa pequena, que só tomou maiores proporções por causa do momento dele em campo, que não é muito bom.”

“Depois do que aconteceu, a situação dele ficou muito complicada. Ele veio nos procurar para pedir para sair e nós achamos que era mesmo o melhor”, disse Carvalho. “Sempre foi muito profissional, e esperamos que seja feliz a partir de agora.”

Giuliano Gomes-2.mai.07/Folhapress
O atacante Josiel durante treino pelo Paraná, em maio de 2007
O atacante Josiel durante treino pelo Paraná, em maio de 2007

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog