Autoridades farão autópsia para determinar causa da morte de Cory Monteith

Toronto (Canadá), 14 jul (EFE).- As autoridades canadenses disseram que nesta segunda-feira realizarão uma autópsia no corpo de Cory Monteith para descobrir as causas da morte do ator da série “Glee”.

Monteith, que interpretava o estudante Finn Hudson na comédia musical “Glee” – na qual estudantes de instituto pouco populares decidem entrar para o coral -, foi achado morto em um hotel de luxo de Vancouver no sábado.

O corpo do ator Cory Monteith foi achado por volta do meio-dia quando não fez check-out na hora prevista. EFE/Arquivo

O corpo do ator Cory Monteith foi achado por volta do meio-dia quando não fez check-out na hora prevista. EFE/Arquivo

Enquanto isso, vários fãs se concentraram na frente do hotel no qual Monteith morreu para depositar flores e notas em lembrança do ator.

Monteith, de 31 anos de idade, com problemas de dependência, tinha decidido em abril ser internado de forma voluntária em um centro de reabilitação para tratar de sua dependência de entorpecentes.

Foi a segunda vez que o ator se internou em uma instituição para combater sua toxicomania. A primeira vez foi aos 19 anos.

Foi nesse momento que, graças a Maureen Webb, fundadora da ONG Project Limelight que oferece programas a jovens em risco, Monteith decidiu se inscrever em aulas de interpretação.

Desde então, Monteith tinha apoiado a Project Limelight.

Em entrevista realizada em 2011, Monteith disse que quando tinha 19 anos era viciado em “qualquer coisa”.

Fontes policiais consultadas pela imprensa local disseram que na sexta-feira Monteith se reuniu no quarto do hotel Fairmont Pacific Rim com três amigos, com os quais posteriormente saiu.

O ator retornou sozinho para seu quarto na madrugada do sábado. Seu corpo foi achado por volta do meio-dia quando não fez check-out na hora prevista.

A Polícia de Vancouver e o Escritório Legista de Colúmbia Britânica disseram que não há mostras evidentes das razões de sua morte, por isso que será necessário esperar os resultados da autópsia.

Monteith, embora nascido na cidade de Calgary, tinha crescido em Victoria, na Colúmbia Britânica.

Da EFE

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog