Ban Ki-moon exige o fim “imediato” da violência contra civis na Síria

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu neste sábado “o fim imediato das operações militares contra os civis” na Síria, que registrou na sexta-feira um dos dias mais sangrentos das últimas semanas, com quase 40 civis mortos.

Citado por seu porta-voz, Ban também pediu “a libertação de todos os presos políticos e das pessoas detidas por terem participado de manifestações”.

“A violência é inaceitável e deve cessar imediatamente”, assinalou, insistindo em que as autoridades sírias lancem “reformas ambiciosas” para responder às expectativas da população.

As forças de segurança sírias mataram dezenas de civis na sexta-feira, numa jornada na qual a oposição convocou manifestação a favor de uma zona de exclusão aérea para pôr fim à repressão sangrenta.

As vítimas morreram, em sua maioria, nas cidades de Homs e Hama (centro do país), dois dos principais focos de rejeição ao regime do ditador Bashar Assad, quando as forças de segurança dispararam com balas reais para dispersar os manifestantes.

DA FRANCE PRESSE

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog