Bovespa sobe 1% nos primeiros negócios; dólar bate R$ 1,70

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) inicia o que pode ser uma nova jornada de recuperação nesta quinta-feira. Analistas ressaltam que a volatilidade ainda deve ser a característica dominante nos mercados financeiros neste mês.

Ontem, a reafirmação de Alemanha e França de que a Grécia deve permanecer na zona do euro estimulou novas ordens de compra nas principais Bolsas de Valores (sem exceção da Bovespa), e ainda repercute nos primeiros negócios desta manhã.

No velho continente, a Bolsa de Londres avança 1,39% enquanto a Bolsa de Frankfurt sobe 2,40% e Paris, 4,19%.

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa paulista, valoriza 1,05%, aos 56.876 pontos. Ontem, a Bolsa fechou em alta de 1,34%.

O dólar comercial é negociado por R$ 1,701, em queda de 1,33%. A taxa de risco-país marca 226 pontos, número 2,58% abaixo da pontuação anterior.

As primeiras notícias do dia são frustrantes para os investidores. O índice de preços ao consumidor dos EUA (CPI, na sigla em inglês) apontou uma inflação de 0,4% em agosto, ante 0,5% em julho. Apesar do descenso, economistas projetavam uma taxa de apenas 0,2%.

Ainda nos EUA, o Departamento de Trabalho revelou um aumento na procura pelos benefícios do auxílio-desemprego. O total de pedidos iniciais atingiu 428 mil na semana passada, em um incremento de 4 mil registros ante o período imediatamente anterior. Analistas previam um decréscimo para a casa dos 410 mil.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog