Brasil atinge recorde de assassinatos em 2017; foram 65,6 mil mortes

06/06/2019

O Brasil registrou 65.602 homicídio apenas em 2017, o que equivale a uma taxa de aproximadamente 31,6 mortes para cada 100 mil habitantes. O número representa o maior nível histórico de letalidade violenta, de acordo com os registros. Os dados são do Atlas da Violência, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Em 2007, o país registrou aproximadamente 48 mil homicídios — cerca de 25 mortes por 100 mil habitantes. No decorrer dos anos, apesar de ter momentos de queda, o número cresceu de forma gradativa.

Quanto à variação das taxas entre 2016 e 2017, enquanto quinze unidades da federação apresentaram diminuição nesse indicador, cinco estados sofreram aumento de até 10%, ao passo que se observou crescimento do número de homicídios acima de 10% em outras sete UFs.

O Ceará foi o estado com maior crescimento na taxa de homicídio em 2017, ano em que se atingiu recorde histórico nesse índice. Não apenas aumentou de forma acentuada a taxa de homicídio contra jovens e adolescentes, mas também contra mulheres. Acre, Amazonas, Pernambuco, Espirito Santo, Rio Grande do Norte também tiveram altas.

Fonte: Metrópoles

Comentários

Parceiros do Blog