Brasil pega Cuba em semi do Pré-Olímpico feminino de basquete

O duelo esperado para a final do Pré-Olímpico feminino de basquete acabou sendo antecipado para a semi.

Amanhã, Brasil e Cuba se enfrentam a partir das 22h15, na cidade colombiana de Neiva, em busca de uma vaga na decisão da competição, que dá ao campeão o direito de disputar Londres-2012.

As equipes que terminarem de segundo a quarto lugares na Colômbia se classificam para o Pré-Olímpico mundial, em junho do próximo ano, sem sede definida.

O encontro precoce entre brasileiras e cubanas só vai ocorrer graças ao revés das caribenhas ante as argentinas, anteontem, por 65 a 59.

O resultado surpreende porque a Argentina está desfalcada de duas das suas principais jogadoras: a ala-pivô Gisela Vega e a pivô Florência Fernandez.

Divulgação/FIVB
Érika durante jogo da seleção brasileira feminina de basquete
Érika durante jogo da seleção brasileira feminina de basquete

Cuba é tida como segunda força do continente, atrás apenas do Brasil. Foi a última equipe da região a derrotar a seleção brasileira em torneio regional com a chancela da Fiba (Federação Internacional de Basquete).

Aconteceu há quatro anos, no Pré-Olímpico no Chile. A vitória cubana por 69 a 67 fez com que o Brasil tivesse que disputar o Pré-Olímpico mundial para confirmar presença na Olimpíada de 2008.

“A seleção cubana é muito forte, mas está me parecendo um pouco desgastada”, disse, sobre a “decisão antecipada”, a ex-jogadora Hortência, diretora do departamento feminino da Confederação Brasileira de Basquete.

“Há diferença entre jogar contra elas [cubanas] na final ou na semi, mas, como teríamos de enfrentá-las de qualquer jeito, o Brasil está pronto”, declarou a dirigente.

Ontem, Cuba bateu o Chile (62 a 42).

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog