Brasileira surpreende e ganha bronze no triatlo

A capixaba Pamella Nascimento ganhou a medalha de bronze do triatlo neste domingo, no Pan-Americano de Guadalajara, no México.

Pamella manteve um bom ritmo na natação e no ciclismo, mas caiu de produção no fim, na parte da corrida. A brasileira fechou a prova com 2h00min32s. Na corrida, ela fez o tempo de 39min52s, 2min59s mais lenta do que a americana Sarah Haskins, que fechou a competição em 1h57min37s e ficou com o ouro.

  Sergio Moraes/Reuters  
Exausta, Pamela Nascimento é amparada ao final do triatlo em Guadalajara; clique na foto e veja galeria
Exausta, Pamella Nascimento é amparada ao final do triatlo em Guadalajara; clique na foto e veja galeria

Apesar da queda de rendimento na prova, a medalha de bronze foi bastante comemorada por Pamella, que, ao cruzar a linha de chegada, se deitou na pista, exausta.

“Ela só estava muito cansada ao final do triatlo, não aconteceu nada de mal. Nós não esperávamos por essa medalha, pois ela chegou na frente de competidoras mais bem colocadas que ela no ranking”, afirmou à Folha o chefe de equipe da modalidade, José Souza Lima.

Pamella é a 106ª do ranking mundial. Sarah Hasking é a 49ª. A chilena Barbara Riveros, que ganhou a prata, com 2h00min23s, ocupa a quinta posição.

  Sergio Moraes/Reuters  
Pamela Nascimento cai depois de conquistar o bronze; clique na foto e veja galeria
Pamella Nascimento cai depois de conquistar o bronze; clique na foto e veja galeria

A quarta colocada, a americana Gwen Jorgensen, é a 11ª, enquanto que a quinta, a canadense Kathy Tremblay, é a 56ª.

A outra brasileira na prova Flávia Fernandes (sem ranking) terminou na 12ª posição (2min05s70).

Carla Moreno, atleta do país melhor ranqueada (70ª) não foi para o Pan –foi cortada no último dia 13 por uma contusão na panturrilha, segundo a Confederação Brasileira de Triatlo.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog