Câmara pode processar vereador que despachou de cueca em BH

A Câmara Municipal de Belo Horizonte pode abrir um processo por quebra de decoro parlamentar contra o vereador Gêra Ornelas (PSB), 61, que aparece em um vídeo despachando em seu gabinete de cueca samba-canção.

A Mesa Diretora da Casa apresentou representação ao corregedor da Casa, vereador Edinho Ribeiro (PT do B), para apuração dos fatos. Ornelas será chamado a depor.

A gravação integra duas ações contra ele na Justiça. O vereador é suspeito de ter pego parte do salário de um servidor do seu gabinete entre 1998 e 2001. O funcionário foi exonerado e retornou ao gabinete entre 2005 e 2006. Foi depois disso que fez a denúncia e entregou a gravação à Justiça.

Após denúncia do servidor, o Ministério Público Estadual entrou com uma ação criminal e outra por improbidade administrativa contra Ornelas. A Promotoria não sabe quando as gravações foram feitas.

Segundo o promotor Eduardo Nepomuceno, o funcionário recebia salário médio de R$ 3.000 e ficava apenas com R$ 600.

O caso veio à tona no fim de semana, em reportagem do jornal “Hoje em Dia”, que divulgou algumas imagens –o vídeo é diferente daquele que consta dos processos, embora as imagens sejam as mesmas, segundo o promotor.

Foi o próprio vereador quem fez a gravação. Ele aparece ajeitando a câmera filmadora dentro de uma caixa de papelão.

Nas imagens divulgadas pelo jornal, Ornelas aparece de cueca e sem camisa. Em outra cena, está vestido e segurando os cabelos de uma mulher.

A Justiça autorizou a quebra do sigilo bancário do vereador, que, segundo o promotor, não explicou a origem de depósitos que totalizam R$ 690 mil.

Nenhum outro funcionário do gabinete de Ornelas disse, em depoimento, que também tinha de devolver parte do salário.

Alegando falta de provas, a Justiça não acatou a ação criminal. O Ministério Público recorreu. A ação por improbidade segue tramitando.

OUTRO LADO

O vereador não foi ao seu gabinete nesta segunda-feira (17) e seu advogado, Antonio Patente, não foi localizado.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog