Câmara Setorial da Caprinovinocultura discute atividade em Juazeiro

Com o objetivo de discutir a importância da formalização da cadeia da caprinovinocultura e buscar apoio para o desenvolvimento da atividade através do apoio das instituições parceiras, foi realizado nesta quarta-feira (28), no auditório da Univasf em Juazeiro, o segundo seminário temático e a 11ª reunião da Câmara Setorial da Caprinovinocultura.


O governo da Bahia através da Secretaria de Agricultura vem estimulando o nascimento das Câmaras Setoriais no estado, que objetiva definir políticas públicas para o desenvolvimento do setor de forma organizada. Com esse propósito foram criadas as câmaras setoriais da bovinocultura leiteira e a de carnes, que por sua vez são divididas nas sub-câmaras de caprinos e ovinos, de aves e suínos, e de bovinos.

“Hoje estamos discutindo como iremos diminuir os problemas enfrentados pela cadeia e visualizar o que de fato está sendo pensado para apoiar o desenvolvimento da atividade, no tocante a assistência, extensão rural e infraestrutura da cadeia produtiva. Uma discussão bem abrangente onde a câmara leva oportunidades às regiões que tem uma produção efetiva de caprinos e ovinos”, informou Carina Moreira Cezimbra representante da SEAGRI, e secretária executiva da Câmara de Caprinos e Ovinos.

A função da câmara é ouvir a sociedade civil, produtores, e todos os eixos envolvidos na caprinovinocultura para deliberar as propostas levantadas, sugerindo políticas e ações que melhorem o setor.

Durante todo o dia foram realizadas apresentações sobre o desenvolvimento da cadeia produtiva, sobre o Território Sertão do São Francisco, o plano estadual de defesa sanitária, e o Programa Bioma Caatinga.


Para o produtor Antônio Ferreira Batista o encontro está proporcionando um intercâmbio de informações entre os participantes. “Sempre que posso faço questão de participar desses eventos, pois fico informado sobre as novidades, o que me permite melhorar a criação dos meus animais”, avaliou.

De acordo com o secretário de Agricultura de Juazeiro, Agnaldo Meira, as discussões possibilitam mudanças e ajustes na atividade caprina e ovina da região. “Esse é um momento ideal para avaliarmos o que está dando certo e o que pode ser melhorado, acredito que com a união de todos, município e estado, podemos melhorar cada vez mais o setor que tem grande importância para a região”, afirmou.

Representantes da EBDA, ADAB, IRPAA, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juazeiro, ACCOSSF, SEDES, UARJ, produtores, dentre outros, participaram do encontro.

Com Ascom/Seadruma/PMJ

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog