Cariocas mostram força nos duelos contra os paulistas

Na estendida versão do antigo Torneio Rio-São Paulo que esta edição do Brasileiro se tornou, os clubes cariocas possuem um trunfo extra em mãos na disputa pelo título.

Os times da cidade-sede da Olimpíada de 2016 têm se sobressaído nos confrontos diretos ante os paulistas, muitos deles, aqueles tradicionais “jogos de seis pontos”.

Alexandre Loureiro-17.set.2011/Fotocom.net
Diego Souza comemora gol do Vasco; equipe de São Januário é a líder do Campeonato Brasileiro
Diego Souza comemora gol do Vasco; equipe de São Januário é a líder do Campeonato Brasileiro

De encontros épicos, como o 5 a 4 aplicado pelo Flamengo, de um inspirado Ronaldinho, sobre o Santos, de um também iluminado Neymar, a placares chochos como o 1 a 0 do Fluminense sobre o Palmeiras, os jogos entre os dois Estados têm tido frequentemente o Rio na frente.

Até agora, foram 21 partidas dessas, com 11 vitórias dos cariocas, contra sete derrotas e somente três empates.

A desvantagem paulista só não é maior porque o Corinthians já conseguiu desbancar todos os quatro cariocas.

Com quatro triunfos, um empate e um insucesso, o time alvinegro é o único do Estado que ostenta retrospecto positivo contra os vizinhos.

Os outros paulistas têm aproveitamentos pífios, dignos de lanterna do Brasileiro: 26,7% para o Palmeiras, 25% para o Santos e 22,2% para o São Paulo, que no domingo buscou um empate heroico com o Botafogo, no Rio.

O gol de Rivaldo nos acréscimos do segundo tempo selou o 2 a 2 e impediu que os cariocas fizessem uma dobradinha na ponta do Brasileiro.

O Vasco lidera a Série A com 49 pontos e é perseguido por dois paulistas: Corinthians (47) e São Paulo (46). Na sequência, aparecem os outros três cariocas: Botafogo (45), Fluminense e Flamengo (ambos com 41).

Antes do Palmeiras (39), oitavo, surge o único intruso nesse duopólio: o gaúcho Internacional. O Santos, pior representante da dupla, é o 11º, mas têm dois jogos a menos e pode pular até para sexto ao descontar essas partidas.

Paulistas e cariocas ocuparam a primeira posição em 25 das 26 rodadas já disputadas –apenas o Atlético-MG, na já distante segunda rodada, quebrou essa hegemonia.
E a próxima rodada terá overdose de confrontos entre os Estados dominantes da competição. Serão três partidas, todas elas decisivas.

No sábado, Fluminense e Santos fazem o jogo entre os times com melhores aproveitamentos do segundo turno.

O domingo terá a estreia de Luis Fabiano, maior contratação do São Paulo no ano, ante o Flamengo. E também o encontro que irá definir quem ficará no topo da tabela: Vasco e Corinthians se encaram em São Januário.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog