César Sampaio já pede 20 dias fora para ‘refletir’ Palmeiras

Três dias após assumir a recém-criada gerência de futebol do clube, o ex-jogador César Sampaio, 43, já quer um tempo para refletir sobre a crise do Palmeiras. O ídolo da equipe pediu à diretoria para ficar 20 dias longe do CT com o objetivo de avaliar o que deve ser feito no time.

A informação é da coluna Painel FC, assinada por Eduardo Ohata e Bernardo Itri, publicada nesta terça-feira pela Folha.

Sem vencer há oito jogos, o clube alviverde ocupa a 13ª colocação do Brasileiro, com 41 pontos –sete a mais que o Cruzeiro, primeiro time na zona de rebaixamento.

Ao assumir, na última sexta-feira, Sampaio declarou: “Uma das condições que discutimos era que eu pudesse ter minhas ideias ouvidas. O Palmeiras tem erros em todos os departamentos. Precisamos corrigi-los”, disse.

Enquanto isso, ainda segundo a coluna, há um movimento orquestrado pela própria diretoria do Palmeiras para forçar a saída do técnico Luiz Felipe Scolari, de acordo com cartolas do clube.

Além de não atender aos pedidos de reforços feitos pelo técnico, a diretoria tenta novamente reintegrar o atacante Kleber ao elenco –fato rechaçado diversas vezes e dado como encerrado por Scolari. Dizem que o recém-chegado César Sampaio foi encarregado de convencer Scolari a trabalhar com o jogador.

Paulo Gandalia-13.jan.99/Folhapress
César Sampaio é apresentado pelo Palmeiras em 1999
César Sampaio é apresentado pelo Palmeiras em 1999

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog