CET começa a fiscalizar motos com radar portátil em São Paulo

Depois dos pedestres, o alvo da vez da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) são os motociclistas.

A partir de hoje, seis novos radares portáteis, conhecidos como “radares pistolas”, vão fiscalizar o excesso de velocidade das motos nos 65 pontos com maior índice de acidentes, em toda a cidade.

Por enquanto, a medida será “educativa”. As multas começarão a ser aplicadas a partir da próxima segunda.

Até então, os 576 radares fixos da cidade não davam conta do recado: muitas motos escapam deles por circularem fora das faixas de rolamento, pelo tamanho reduzido da placa e por não terem identificação na frente.

Apu Gomes/Folhapress
Técnico da CET testa radar-pistola pela primeira vez na ponte das Bandeiras; radar portátil começa hoje em SP
Técnico da CET testa radar-pistola pela primeira vez na ponte das Bandeiras; radar portátil começa hoje em SP

A CET não soube informar quantas multas foram aplicadas aos motociclistas, porque diz que não diferencia as infrações por tipo de veículo.

Agora, 150 agentes de trânsito vão poder focar o radar diretamente nas placas, dar zoom e bater a fotografia –que é registrada apenas quando o veículo está acima da velocidade permitida.

Outras infrações, como andar entre corredores de carros ou na faixa expressa da marginal Tietê, não serão fiscalizadas pelos aparelhos.

Dulce Lutfalla, assessora de fiscalização da CET, diz que “a preocupação é com o número altíssimo de mortos e feridos nas motocicletas”.

Jorge Araújo – 23.set.11/Folhapress
Motociclistas trafegam entre os carros na avenida Eusébio Matoso, na região de Pinheiros, zona oeste de SP
Motociclistas trafegam entre os carros na avenida Eusébio Matoso, na região de Pinheiros, zona oeste de SP

No último balanço do órgão, em 2010, foram 478 mortes de motociclistas vítimas de acidentes de trânsito, 11,7% a mais que em 2009.

A princípio, os seis equipamentos farão um rodízio nas 65 vias. As marginais Tietê e Pinheiros, o Elevado Costa e Silva e a avenida Liberdade estão entre elas. Os radares foram alugados por um ano ao custo de R$ 226.639.

Fonte: Da Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog