Chocado com morte de piloto, Massa pede mais segurança

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, falou nesta terça-feira sobre a morte do italiano Marco Simoncelli, morto no último domingo na prova da Malásia de MotoGP, e disse que conhecia o piloto da Gresini Honda, a quem classificou como “um garoto muito bom e de muito talento”.

Diego Azubel – 13.out.11/Efe
Felipe Massa, da Ferrari, antes do GP da Coreia do Sul
Felipe Massa, da Ferrari, antes do GP da Coreia do Sul

Em meio a preparação para o GP da Índia, que será disputado neste domingo, Massa disse no blog da Ferrari que ficou chocado com a morte de Simoncelli –o piloto foi atropelado pelo americano Colin Edwards logo no início da prova, após ter caído.

“Era um garoto muito bom, uma grande pessoa e com muito talento. [Nós pilotos] Sabemos dos riscos que existem cada vez que iniciamos uma prova. Não pensamos tanto quando estamos conduzindo, mas tragédias como essa mostram que sempre estamos em perigo”, disse o brasileiro.

Ruben Yap – 23.out.11/France Presse
Valentino Rossi (esq.) e Colin Edwards trombam com o italiano Marco Simoncelli; clique na foto e veja galeria da tragédia
Valentino Rossi (esq.) e Colin Edwards trombam com o italiano Marco Simoncelli; clique na foto e veja galeria da tragédia

Massa disse que não tem conhecimento sobre as condições de segurança da MotoGP, mas falou sobre o piloto inglês Dan Wheldon, morto no dia 17 de outubro após um acidente na Indy. O brasileiro disse que as provas dessa categoria precisam ser melhoradas para garantir aos pilotos mais segurança.

“Tem muito o que melhorar em termos de segurança. Agora não é o momento de dizer de quem é a culpa [pelos acidentes], mas é preciso analisar tudo com calma e exigir que os organizadores proponham soluções”, finalizou.

Com Efe
p(artFlash). Arte/Folhapress

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog