Com vitória sobre a Argentina, Mano fala em fim de fantasma

Apesar de ter minimizado o assunto, o técnico Mano Menezes comemorou a primeira vitória da seleção brasileira sobre um adversário da elite do futebol. A equipe dirigida pelo técnico gaúcho venceu a Argentina por 2 a 0, em Belém, e ficou com o título do Superclássico das Américas.

Mano comemora ‘achados’ e descarta ignorar atletas da Europa
CBF planeja mais amistosos em casa
Convocações irritam clubes brasileiros e argentinos
Ronaldinho diz que ouro olímpico é seu próximo objetivo
A torcida me emocionou, diz Neymar
Veja galeria de fotos do jogo

“Eu vejo o trabalho dividido por etapas. Passamos por mais uma. Ganhamos de um grande, como era cobrado. Temos que separar a boa crítica da crítica ruim. Não resolvemos todos os nossos problemas hoje. A vitória vai ser minimizada por alguns, assim como a derrota seria maximizada, mas o trabalho precisa de resultados”, afirmou.

“Os resultados são importantes para o ambiente interno dos jogadores. Eles precisam vencer para se firmar, ter confiança. O trabalho vai se fortalecendo a medida que as vitórias apareceram. Assim, vamos matando alguns fantasmas. Agora não existe mais o [jejum de vitórias para] um grande adversário”, continuou.

Andre Penner/Associated Press
Ronaldinho levanta a taça do Superclássico das Américas após vitória sobre a Argentina
Ronaldinho levanta a taça do Superclássico das Américas após vitória sobre a Argentina

Antes da vitória desta quarta-feira, seleção tinha perdido para a Argentina, a França e a Alemanha, além de ter empatado com a Holanda e a Argentina –esta, no primeiro duelo do Superclássico das Américas, há duas semanas.

Mano Menezes voltou a falar também sobre a renovação da seleção para justificar as dificuldades da equipe em superar os obstáculos.

“A seleção vem conseguindo ultrapassar esse momento de uma nova formação com equilíbrio e estabilidade. Não é sempre que conseguimos atingir resultados expressivos porque não é possível, mas nossa meta é dar equilíbrio e confiança ao time nessa fase. Estamos felizes com a resposta que a seleção deu dentro de campo”, afirmou.

Os próximos compromissos da seleção brasileira vão ser os amistosos contra a Costa Rica (7 de outubro, em San José) e o México (11 de outubro, em Torreón). A reapresentação do time será na próxima semana.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog