Confiança do consumidor alemão surpreende e sobe em novembro

Sede do Banco Central Europeu (France Presse)

A confiança do consumidor alemão aumentará em novembro, surpreendendo previsões, com o forte mercado de trabalho melhorando as expectativas de renda apesar da piora no cenário econômico, disse o grupo de pesquisa GfK nesta terça-feira.

O índice antecipado de confiança, baseado em um levantamento com 2.000 consumidores, subiu de 5,2 em outubro para 5,3. Economistas previam queda para 5,1.

Os componentes que medem as expectativas de renda e a disposição a gastar tiveram leve alta, sugerindo que o consumo privado ainda está contribuindo para o crescimento na maior economia da Europa.

“Ambos os indicadores se beneficiam da boa situação do emprego e do aumento de salários neste ano”, escreveu o GfK em comunicado.

O total de pessoas sem trabalho caiu muito mais que o esperado em setembro na Alemanha, levando a taxa de desemprego para o menor nível desde a reunificação, há duas décadas.

“Porém, as discussões sobre a crise de dívida soberana e a ameaça de insolvência da Grécia também pesam sobre o sistema bancário e estão perturbando a população.”

O componente que mede as expectativas do consumidor para a economia em geral caiu ao menor patamar em mais de dois anos.

DA REUTERS, EM BERLIM

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog