Contas do INSS registram rombo de R$ 9,35 bi em setembro

As contas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) registraram rombo de R$ 9,350 bilhões em setembro deste ano, valor 5,2% menor do que o verificado no mesmo período do ano passado, quando o saldo negativo foi de R$ 9,862 bilhões.

Em relação a agosto deste ano, o deficit teve aumento de 137,1%. Em agosto, as contas da Previdência Social registraram deficit de R$ 3,943 bilhões. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (25) pelo ministro Garibaldi Alves Filho (Previdência Social).

O resultado de setembro é decorrente de uma arrecadação líquida de R$ 19,793 bilhões e despesas com o pagamento de benefícios no valor de R$ 29,143 bilhões.

Entre janeiro e setembro deste ano, a Previdência Social registrou deficit de R$ 35,349 bilhões. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o saldo negativo recuou 17,9%.

Segundo o ministro, “esse é o melhor resultado em valores reais no acumulado desde 2005”. O resultado foi obtido com arrecadação de R$ 172,667 bilhões e com o pagamento de benefícios de R$ 208,016 bilhões.

Para o secretário de Políticas de Previdência Social, Leonardo Rolim, o deficit não deve aumentar nos próximos meses. “Com o crescimento esperado do PIB entre 3,5% e 4%, as empresas vão contratar e não demitir e, na medida que as empresas estão contratando há aumento de arrecadação. Talvez o crescimento seja em um ritmo menor, mas ainda irá aumentar”afirma Rolim.

Sobre a proposta de previdência complementar do servidor público, que está em tramitação no Congresso Nacional, o ministro afirmou que hoje haverá uma reunião coordenada pela ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) em que a prioridade é tratar deste tema. O projeto ainda precisa passar por três comissões na Câmara dos Deputados: seguridade, finanças e justiça.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog