Coque (R)Existe terá discussão de planejamento urbano

Neste domingo (4) acontece o Coque (R)Existe, na comunidade do Coque, no Recife, a partir das 8h. A iniciativa parte do Circuito Coque (R)Existe, que surge da união de moradores e líderes da localidade com organizações, instituições, centros de ensino, movimentos e ativistas. Os manifestantes querem recontar a história da comunidade através de um viés afetivo, crítico e propositivo. Para isso, durante todo o dia, serão realizadas rodas de diálogo e espaços lúdicos de integração entre a comunidade e o seu entorno. As atividades acontecem na Biblioteca Popular do Coque, Igreja de São Fransciso de Assis, Neimfa, Praça da Piriquita, Academia da Cidade, Ponto de Cultura Espaço Livre do Coque e Praça Barreto Junior.

Os principais motivos que mobilizam o Circuito Coque (R)Existe a realizar esta grande ação são: reforçar a garantia dos direitos essenciais, dentre eles a preservação do meio ambiente natural e construído; a urgência na implementação de uma infraestrutura básica; inibição da especulação imobiliária em relação às áreas urbanas, evitando o processo de expulsão de moradores; estímulo e incentivo à participação comunitária no processo de urbanização e regularização fundiária das Leis; respeito às tipicidades e características das áreas em que se encontram a comunidade do Coque. Devem participar moradores do bairro e bairros vizinhos, professores, estudantes, movimentos sociais, profissionais de várias áreas de atuação.

O Coque (R)Existe, iniciativa coletiva e colaborativa, é o desenho de um circuito que promove, para além de atividades lúdicas e de integração da comunidade com o seu entorno, a criação de espaços de trocas e proposição, com a realização e promoção de rodas de diálogos cujo intuito é o esclarecimento (com uma mesa composta por especialistas para falar sobre o tema) e a escuta de histórias de moradores que passaram por semelhantes experiências, no próprio bairro e em bairros vizinhos.

Na programação, três eixos temáticos compõe as rodas de diálogo: a história do bairro, as remoções de famílias e o projeto do pólo jurídico. Nesse tema, está a colaboração de arquitetos e urbanistas que irão falar sobre a ilegalidade do projeto que constitui o pólo jurídico, reforçando o senso de luta e resistência da comunidade pela preservação histórico-afetiva do bairro.

A ideia do Coque (R)Existe está em sintonia com a luta cotidiana por um modo de viver e habitar a cidade, com dignidade e plenitude de direitos. A comunidade do Coque, entre a existência e a resistência, trava uma luta diária por seu espaço e direito à moradia, à educação, saúde e lazer. O Circuito Coque (R)Existe é uma ação que terá uma continuidade. Esse será o primeiro encontro de muitos que estão sendo articulados pelo Circuito.

Com informações da Universidade Federal de Pernambuco

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog