Corinthians ostenta trio de meio mais resistente do Brasileiro

A liderança do Corinthians no Campeonato Brasileiro está ancorada na eficiência e na constância de seu meio de campo. Enquanto os outros setores do time sofrem com lesões, suspensões e até fases ruins de um ou outro atleta, o meio não se abala.

Ralf, Paulinho e Danilo são três dos mais discretos jogadores do Nacional. Os três quase não aparecem no ranking dos 20 melhores em qualquer fundamento, de acordo com oDatafolha.

Só há duas exceções: Danilo lidera o Nacional em assistências, com 11 passes para gol, e Ralf é o segundo maior ladrão de bolas, com 21,2 desarmes por jogo, só atrás do vascaíno Dedé.

Paulo Whitaker -18.set.2011 -Reuters
Paulinho e Ralf correm atrás de Neymar
Paulinho e Ralf correm atrás de Neymar

Paulinho, com sete gols, é o vice-artilheiro do Corinthians no torneio. O centroavante Liedson tem dez.

Por outro lado, o trio praticamente não se machuca e não é advertido. Somados, Ralf, Paulinho e Danilo tomaram apenas 18 cartões amarelos em 89 partidas.

E nenhum deles foi expulso, uma façanha sobretudo para os dois primeiros, maiores responsáveis pela marcação no esquema de Tite.

Durante o Campeonato Brasileiro, o treinador mexeu muito na defesa e no ataque. Na zaga, Chicão passou de titular absoluto e capitão a ausência constante até do banco. Os laterais Alessandro e Fábio Santos sofreram com seguidas lesões, e várias vezes Tite teve que recorrer a volantes e zagueiros improvisados.

No ataque, não foi diferente. Liedson perdeu dez jogos do Nacional, Emerson deixou de participar de nove partidas, e Adriano só conseguiu jogar alguns minutos de duas delas.

O Imperador foi sacado do time para recuperar a forma física e não tem data marcada para voltar a campo –pode ser no domingo, ante o América-MG, em Uberlândia.

O contraste também é grande com os rivais paulistas do Corinthians. O Palmeiras não consegue contar com Valdivia, o São Paulo não tem Casemiro há duas semanas, e o meio de campo do Santos é uma enfermaria. Ganso está há dois meses fora, e Muricy Ramalho já se acostumou a não poder escalar Arouca e Elano.

A regularidade valeu a Ralf, 28, e Paulinho, 23, convocações para a seleção brasileira. Danilo, 32, não está nos planos do técnico Mano Menezes.

No domingo, a situação vai se repetir: Tite terá desfalques na defesa e no ataque, mas sabe que poderá contar com Ralf, Paulinho e Danilo.

A zaga titular –Paulo André e Leandro Castán– está suspensa. Seus substitutos serão Chicão e Wallace.

Do meio para a frente, o técnico ainda não decidiu quem acompanha Willian e Liedson, se Emerson ou Edenilson, o que na teoria deixa a equipe menos ofensiva.

O Corinthians lidera o Brasileiro com os mesmos 58 pontos que o Vasco, porém com uma vitória a mais.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog