Corinthians testa poder de reação

O Corinthians enfrenta o Atlético-PR neste domingo, às 17h (de Brasília), no Pacaembu, para recuperar a autoestima, abalada após a derrota para o lanterna América-MG na última rodada.

  Ricardo Nogueira- 06.out.2011-/Folhapress  
Contestado pela atuação no último fim de semana, o goleiro corintiano Júlio César tenta a recuperação neste domingo
Contestado pela atuação no último fim de semana, o goleiro Júlio César tenta a recuperação neste domingo

Trata-se do terceiro confronto seguido contra um time que luta para fugir do rebaixamento. Nos anteriores, o Corinthians conseguiu uma vitória sobre o Avaí e depois caiu ante o América.

O Corinthians, que caminhava para disparar na liderança do Brasileiro, parou nos 58 pontos e se deixou alcançar pelos rivais cariocas.

O jogo serve como teste para o time e o técnico Tite, que atravessaram a semana sob massacre da torcida e da diretoria do clube. “Foi ridículo”, resumiu o presidente Andres Sanchez no domingo.

O goleiro Júlio César, por exemplo, foi apontado como principal culpado pelo segundo gol do América-MG.

Neste domingo, entra em campo pressionado, mas ainda bancado por Tite. “A pressão é maior quando o título não vem”, declarou o treinador. “A partir das conquistas, o jogador começa a se enxergar de forma diferente dentro do clube.”

Nos últimos títulos conquistados pelo Corinthians –Copa do Brasil e Paulista de 2009–, o hoje flamenguista Felipe era o titular, Júlio César era seu substituto.

Por causa da lesão do meia Alex, o Corinthians terá uma nova estrutura ofensiva.

O atacante Emerson será o substituto do camisa 12, e formará o trio de frente ao lado de Willian e Liedson.

A semana foi de mais conversa do que de ajustes técnicos ou táticos. “Estamos conversando muito, precisamos recuperar nosso futebol”, comentou Danilo, que será o único armador nesta tarde.

Certamente um integrante desse quarteto ofensivo será substituído no intervalo –ou nos primeiros minutos do segundo tempo– para a entrada de Adriano.

O atacante, que só participou de dois jogos (42 minutos) e pouco produziu, ficou fora das últimas quatro partidas do Corinthians, por determinação de Tite, para aprimorar a forma física.

Segundo o discurso do treinador, o Imperador atingiu o objetivo. “O Adriano está relacionado, fez os trabalhos, está em melhores condições do que estava”, declarou Tite na última sexta-feira.

O preparador físico Fábio Mahseredjian liberou o atacante para jogar “durante cerca de 40 minutos”.

O Pacaembu estará lotado neste domingo. Mais de 30 mil ingressos haviam sido vendidos até a noite de sexta-feira.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog