Crise do Palmeiras solidariza até adversários

No sexto jogo sem vitória neste Brasileiro, após derrota para o Figueirense, neste sábado, a torcida rachou de vez com o Palmeiras. A situação motivou a solidariedade até dos rivais.

  Zanone Fraissat/Folhapress  
Torcida do Palmeiras na arquibancada do Canindé, estádio da Portuguesa
Torcida do Palmeiras se revolta na arquibancada do Canindé, estádio da Portuguesa

“É difícil passar por isso. Os torcedores vêm para apoiar, mas nada dá certo”, disse Wellington Nem, o melhor do Figueirense, autor do primeiro gol e do cruzamento do segundo, marcado por Júlio César.

“A coisa está feia, muito complicada”, lamentou o lateral palmeirense Cicinho.

“Estamos lutando, mas não dá certo. São pequenos vacilos. Temos que ter concentração”, afirmou o atacante Ricardo Bueno, que fez o único gol da equipe.

“Nosso time tem que ser mais agudo, trabalhar mais a bola, ter mais paciência. Tenta fazer o gol de qualquer jeito, não é assim.”

No próximo domingo, o Palmeiras vai a Minas enfrentar o Atlético-MG.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog