Desgastado, Santos pega Grêmio e nega desinteresse do Nacional

O Santos finalmente acusou o desgaste sofrido durante esta temporada. Neste domingo, ante o Grêmio, em casa, a equipe faz a 66ª partida em 2011, ano em que venceu o Campeonato Paulista e a Taça Libertadores da América.

Foram justamente as duas conquistas que sugaram toda a energia da equipe.

A má campanha no Brasileiro -iniciou a rodada como 13º, com apenas 38 pontos- normalmente é explicada por jogadores e comissão técnica pelo foco dado às competições disputadas e vencidas durante o primeiro semestre.

A vitória na Libertadores classificou o clube para a disputa do Mundial, torneio mais importante do calendário. O problema é que a equipe tem demonstrado fraqueza à medida que a competição, marcada para dezembro, no Japão, se aproxima.

Os bons resultados e o futebol objetivo da primeira metade do ano desapareceram.

  Ricardo Saibun-6.mai.11 /Divulgação  
Rafael durante treino do Santos
Goleiro Rafael pede atenção especial para o time não chegar mal ao Mundial de Clubes

Somados os jogos do Estadual e da Libertadores, o Santos, em 37 partidas, anotou 65 gols (média de 1,75 gol por jogo) e sofreu 34 tentos (0,91).

No Brasileiro, o time ostenta números bem mais modestos. Em 28 jogos, o ataque fez 40 gols (média de 1,42) e a defesa foi vazada 43 vezes (1,53).

“Claro que o time está desgastado, não só física, como mentalmente”, disse o zagueiro Edu Dracena.

“Mas é difícil manter aquela pegada que apresentamos no primeiro semestre.”

O capitão, porém, nega que haja desinteresse da equipe no Brasileiro, competição em que o Santos não tem mais condições de buscar o título.

“Ninguém gosta de perder. A equipe do Santos é vitoriosa e já provou isso. Essa situação no Brasileiro nos incomoda”, afirmou Dracena.

Até o momento, porém, o técnico Muricy Ramalho tem evitado poupar atletas para a disputa do Mundial, mesmo com as seguidas lesões que têm tirado jogadores importantes, como Elano e Paulo Henrique Ganso, do time.

“No começo do ano, nosso time voava, era muito difícil vencer o Santos. Temos de ter tranquilidade porque tem o Mundial chegando. Serão jogos importantíssimos”, pediu o goleiro Rafael, que atuou em 59 jogos neste ano.

Ainda que forçado, ao menos Neymar terá descanso neste final de semana. Expulso contra o Atlético-MG, o atacante não enfrenta o Grêmio hoje. Rentería deve jogar.

SANTOS
Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Henrique, Arouca e Ibson; Rentería, Alan Kardec e Borges
T.: Muricy Ramalho
GRÊMIO
Victor; Mário Fernandes, Rafael Marques, Gilberto Silva e Júlio César; Fernando, Fábio Rochemback, Marquinho, Douglas e Escudero; André Lima
T.: Celso Roth
Estádio: Vila Belmiro, em Santos
Horário: 16h
Árbitro: Émerson Ferreira (MG)

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog