Dilma herdou ‘maioria sem programa’ de Lula, diz petista

Ex-ministro das Cidades do governo Luiz Inácio Lula da Silva, o petista Olívio Dutra disse neste sábado (24) que a presidente Dilma Rousseff herdou do antecessor uma “maioria sem programa” no Congresso.

Responsável por alçar Dilma ao cenário nacional, o ex-governador gaúcho (1999-2002) disse ainda, sobre a relação do Planalto com o Legislativo, que “tudo é pragmatismo e toma-lá-dá-cá”.

Nas últimas semanas, o governo Dilma enfrentou crise na base parlamentar, derrotas em sequência no Congresso e foi alvo de críticas de setores do PMDB, que reivindicam mais espaço.

“Lula tinha maioria no Congresso, a Dilma também tem. Mas é uma maioria sem programa, sem pensamento comum. Maioria para quê? A reforma política não avança. Não basta formar maioria”, disse Dutra.

Durante o governo do petista no Rio Grande do Sul, a então secretária estadual de Energia, Dilma, foi apresentada ao recém-eleito presidente Lula e acabou indicada para o Ministério das Minas e Energia.

O ex-governador critica a relação do governo de Dilma com o PMDB, partido do vice-presidente Michel Temer.

“O PMDB é um ônibus, ninguém sabe qual é a direção, quem entra, quem sai. É um partido com vários interesses regionais diferenciados. Na oposição também há as mesmas coisas. É um rebaixamento da política. O Lula também ficou refém dessa necessidade.”

Dutra, 70, diz que o PT está se transformando “para ser muito parecido” com os partidos tradicionais.

“Poderão até ampliar o número de prefeitos e vereadores, mas e daí? É para ocupar lugares com seus partidários, estar empregado?”, questionou.

O ex-governador foi ministro da Cidades de Lula até 2005, quando deu lugar a Márcio Fortes, indicado do PP. Não disputou mais eleições desde 2006.

Fonte: Da Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog