Diretor-geral do Dnit chefiou obra suspeita

O TCU (Tribunal de Contas da União) apontou irregularidades em obras comandadas pelo general escolhido pelo governo para sanear o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes), Jorge Fraxe, informa reportagem de Dimmi Amora e Catia Seabra, publicada na Folha .

Auditoria do TCU concluiu que o Exército comprou mais material do que o necessário e gastou em excesso com a manutenção de máquinas.

O documento pede que o general Fraxe se manifeste no prazo de 15 dias sobre as ocorrências nas obras.

OUTRO LADO

Fraxe não se manifestou sobre as suspeitas sobre obras na BR-101.

Em nota, ele informa que o Dnit acatará as orientações do TCU para realização das obras. O Exército informou que não pode dar informação.

Editoria de Arte/Folhapress

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog