Dirigente do Sport nega dispensas imediatamente

 

ebeac45da755e81b80a75d3e14d2b07e.jpg

Mazola comanda o Sport até o fim da Série B
Foto: Rodrigo Lobo/JC Imagem

 

O diretor de futebol do Sport Wanderson Lacerda tentou ser cauteloso ao falar de dispensas no elenco após a demissão do técnico Paulo César Gusmão, ainda na noite do sábado (29), quando o Sport perdeu para o Náutico por 2×0, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Primeiro, o dirigente falou que o momento não era o ideal para tomar esse tipo de decisão sob pena de cometer alguma inustiça. No entanto, admitiu que o clube precisa ter jogadores com perfil de raça e determinação.

“As coisas estão acontecendo muito rápido e essa análise de desligamento nesse momento é muito impensada, sem tempo, até para não se cometer injustiças. Mas a gente precisa ter, vestindo a camisa, jogadores com perfil de raça e determinação que fez o Sport ter mais de três milhões e meio de adeptos”, pontuou.

Sobre a saída do então treinador, ele contou que a decisão foi tomada em reunião da diretoria de futebol com o presidente Gustavo Dubeux e o superintendente Cícero Souza. O motivo, segundo ele, foi o mesmo que derruba técnicos a todo instante: falta de resultados positivos.

Com Do NE10

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog