Bovespa avança 2,56% e dólar oscila abaixo de R$ 1,80

06/10/2011

O mercado brasileiro de ações sustenta a forte alta vista desde o início dos negócios desta quinta-feira, em meio a uma onda de otimismo global a respeito da crise europeia. O índice Ibovespa, termômetro da Bolsa paulista, valoriza 2,56%, aos 52.320 pontos. O giro financeiro é de R$ 4,48 bilhões. O dólar comercial é negociado […]

continue lendo

Bolsas europeias fecham pregão em alta

05/10/2011

As principais Bolsas europeias fecharam com fortes altas nesta quarta-feira, sustentadas principalmente pelos ganhos dos bancos. A Bolsa de Frankfurt liderou a alta, ganhando 4,91% no fechamento. Já a de Paris registrou alta de 4,33%, Milão de 3,94%, Londres de 3,19% e Madri de 3,06%. As ações de bancos foram o destaque da sessão, sustentadas […]

continue lendo

Bovespa cede 0,33%; dólar recua para R$ 1,83

05/10/2011

O mercado brasileiro de ações oscila entre altas e baixas, descolado da recuperação observada nas Bolsas europeias e americanas. O índice Ibovespa, termômetro por excelência da Bolsa brasileira, recua 0,33%, aos 50.521 pontos. O giro financeiro é de R$ 2,18 bilhões. O dólar comercial é negociado por R$ 1,837, em forte queda de 1,60%. A […]

continue lendo

Bovespa ganha 0,10% na abertura; dólar recua para R$ 1,85

05/10/2011

As ações brasileiras valorizam desde os primeiros negócios da sessão desta quarta-feira. O índice Ibovespa, principal termômetro dos negócios da Bolsa paulista, sobe 0,10%, aos 50.738 pontos. Ontem, a Bovespa fechou em queda de 0,21%. O dólar comercial é negociado por R$ 1,856, em um recuo de 0,58%. A taxa de risco-país marca 283 pontos, […]

continue lendo

Brasil exporta 21% menos carne bovina em 2011

04/10/2011

As exportações brasileiras de carne bovina somaram 689,5 mil toneladas no acumulado de janeiro a setembro deste ano, volume 21% menor que em igual período de 2010, afetadas por restrições em alguns mercados importantes, aumento de custos e a turbulência nos países árabes. Apesar disso, as indústrias exportadoras no Brasil conseguiram manter praticamente estável o […]

continue lendo

Bolsas europeias desabam e Bovespa cai 1,3%; dólar vale R$ 1,87

04/10/2011

Sem solução à vista para os problemas da Grécia, os investidores dispararam ordens de venda nas Bolsas de Valores da Europa, dos EUA e do Brasil. Enquanto isso, a taxa de câmbio voltou a bater em R$ 1,90, mas cedeu novamente. Ontem, o Banco Central avisou que realizaria na jornada de hoje um novo leilão […]

continue lendo

As ações brasileiras desvalorizam desde os primeiros negócios desta segunda-feira, primeiro pregão de outubro. Para analistas, volatilidade deve ser a palavra de ordem para o mês, dado o cenário mundial ainda pendente de soluções para alguns dos maiores problemas dos EUA e Europa. O índice Ibovespa, que reflete os preços das ações mais negociadas, recua 1,11%, aos 51.744 pontos. O dólar comercial é cotado por R$ 1,876, em queda de 0,26%. A taxa de risco-país marca 277 pontos, número o 0,72% acima da pontuação anterior. Bolsas europeias abrem o pregão em baixa Grécia aprova demissão de 30 mil e diz que não cumprirá meta Ministros discutem novos passos para solução da crise grega As Bolsas europeias registram perdas de 1,88% (Londres) e 2,79% (Frankfurt). Os mercados reagem com nervosismo à notícia de que a Grécia não vai conseguir cumprir suas metas para reduzir o deficit orçamentário, tanto para este ano quanto para 2012. O país mediterrâneo depende de um pacote de socorro financeiro dos maiores organismos internacionais para evitar um “default”. Como contraparte, Atenas tem que se comprometer com medidas rigorosas para reduzir os rombos financeiros, mas que têm sua credibilidade comprometida com essa admissão.

03/10/2011

Em 17 anos do plano Real, o dólar teve em setembro sua quinta maior valorização mensal, conforme levantamento da consultoria Economática. Levando em conta a Ptax (a taxa média de câmbio calculada diariamente pelo Banco Central), a consultoria registrou uma variação de 16,83% para o mês passado. Em setembro de 2008, a taxa de câmbio […]

continue lendo

Bovespa recua 1,11% na abertura; dólar marca R$ 1,87

03/10/2011

As ações brasileiras desvalorizam desde os primeiros negócios desta segunda-feira, primeiro pregão de outubro. Para analistas, volatilidade deve ser a palavra de ordem para o mês, dado o cenário mundial ainda pendente de soluções para alguns dos maiores problemas dos EUA e Europa. O índice Ibovespa, que reflete os preços das ações mais negociadas, recua […]

continue lendo

Bolsas europeias abrem o pregão em baixa

03/10/2011

As principais Bolsas de Valores europeias operam em baixa no pregão desta segunda-feira. Em Londres, o índice Financial Times recua 1,48%, para 5.052 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX cai 2,56%, atingindo 5.360 pontos. Já em Paris, o índice CAC-40 registra perdas de 1,96%, alcançando 2.923 pontos. A contração da atividade do setor manufatureiro da […]

continue lendo

Novo ponto eletrônico é adiado pela 4ª vez, para janeiro de 2012

03/10/2011

A adoção do ponto eletrônico foi adiada pela quarta vez e só será obrigatória a partir de janeiro de 2012, de acordo com a portaria 1.979 publicada nesta segunda-feira no “Diário Oficial da União”. A partir de hoje, as empresas com mais de dez funcionários que já utilizam equipamentos de ponto eletrônico deveriam oferecer ao […]

continue lendo

58% das empresas ignoram conceito de sustentabilidade

02/10/2011

Negócios que se dizem sustentáveis ganham pontos com o consumidor, e os microempresários sabem disso. O que eles desconhecem, contudo, é o próprio conceito de sustentabilidade, aponta a primeira sondagem do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) sobre o tema, feita com 3.058 micro e pequenas empresas do país em agosto […]

continue lendo

Dilma recua e muda concessão de rodovia

02/10/2011

O governo federal modificou o modelo de privatização de rodovias executado pela presidente Dilma Rousseff quando ela era ministra da Casa Civil, em 2007, informa reportagem de José Ernesto Credendio, Dimmi Amora e Renato Machado para a Folha. A então ministra conduziu a privatização de sete lotes de estradas –a chamada 2ª fase da desestatização. […]

continue lendo

Parceiros do Blog