Em Ribeirão, Mônica Martelli recorda início da carreira com Chico Anysio

A atriz Mônica Martelli, que neste sábado (24) apresenta em Ribeirão Preto (SP) a peça “Os homens são de Marte e é pra lá que eu vou!”, falou sobre sua convivência com o humorista Chico Anysio, morto nesta sexta-feira (23) no Rio de Janeiro. “Meu primeiro trabalho, meu primeiro ‘gravando’ foi com o Chico”, contou a atriz sobre sua estreia na televisão, no programa “Chico Total” da rede Globo. “Foi ele que trocou meu nome. Tirou o Garcia, que criava cacófato, botou Martelli”.

Atriz Mônica Martelli em entrevista ao Jornal da EPTV (Foto: Reprodução/EPTV)
Atriz Mônica Martelli em entrevista ao Jornal da
EPTV (Foto: Reprodução/EPTV)

Peça
Sobre a peça, a atriz disse que buscou inspiração nos três anos que ficou solteira para criar a personagem Fernanda, uma jornalista de 38 anos que busca desesperadamente seu grande amor. “Fiquei solteira três anos e escrevi inspirada na minha vida”, disse em entrevista ao Jornal da EPTV neste sábado.

A história, que já foi vista por 1 milhão de expectadores, aposta na identificação para envolver o público. “Toda mulher já passou, está passando ou vai passar por alguma situação que a Fernanda passa”.

Serviço
O espetáculo “Os homens são de Marte e é pra lá que eu vou!” terá sessão única no Theatro Pedro II às 21h30. A direção é de Victor Garcia Peralta e o figurino é de Marcela Virzi.

O Theatro Pedro II fica na Rua Álvares Cabral, 370, Centro, em Ribeirão Preto. Ingressos custam R$ 40 a R$ 80. A classificação é de 14 anos. Informações pelo telefone (16) 3977-8111.

Fonte: Do G1 Ribeirão e Franca

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog