EUA mostram fotos de militar acusado de morte de civis no Afeganistão

Autoridades dos Estados Unidos revelaram na noite de sexta-feira as fotos do sargento da Marinha Robert Bales, 38, acusado de ser o atirador que disparou contra civis no Afeganistão, causando a morte de 16 pessoas em um vilarejo da província de Candahar, no sul do país.

Pouco antes, a Marinha dos Estados Unidos havia identificado o sargento, que tem 11 anos na Marinha e é lotado na cidade de Seattle, no noroeste americano.

Ele saiu nesta sexta de uma base americana no Kuait, para onde havia sido transferido na terça (13), para o centro de detenção militar de Fort Leavenworth, no Kansas, na região central dos Estados Unidos.

France Presse
Sargento Robert Bales, em foto do Departamento de Defesa americano, em treinamento nos EUA em 2011
Sargento Robert Bales, em foto do Departamento de Defesa americano, em treinamento nos EUA em 2011

Segundo o jornal “New York Times”, a transferência súbita para solo americano se deve a uma nova tensão diplomática com o país árabe, que descobriu que o soldado tinha chegado ao recinto americano em seu território por parte da imprensa, antes de aviso de Washington.

Bales é o principal suspeito de atirar contra um grupo de civis na vila de Panjwai, na madrugada de domingo, causando a morte de 16 afegãos. Fontes militares afirmam que ele teria bebido pouco antes do incidente e se rendeu após a ação.

De acordo com a agência de notícias Reuters, ele também teria um dano cerebral em decorrência de ferimentos em sua segunda incursão ao Iraque, em 2010, provocados quando o veículo em que viajava capotou.

ADVOGADO

Na quinta, o advogado de defesa do sargento, John Henry Browne, afirmou que o militar não queria ir ao Afeganistão, após ser ferido duas vezes em outras missões no Iraque.

“Ele relutava em ir a outra missão. Disseram que ele não voltaria, mas depois falaram que teria que ir”, afirmou Browne, relatando que o soldado foi enviado à missão afegã em dezembro.

O advogado disse que foi convidado para ser o representante do militar enquanto era levado para a prisão. Browne é de Seattle, no noroeste dos Estados Unidos, no mesmo Estado em que está lotado o militar de 38 anos.

Ele também declarou que esteve na família do sargento e, apesar do retorno do militar à base Lewis-McChord nos próximos dias, encontrará o cliente enquanto estiver em custódia.

Ed Zurga/Associated Press
Van que levava Bales do aeroporto de Kansas City para a base onde cumprirá prisão preventiva
Van que levava Bales do aeroporto de Kansas City para a base onde cumprirá prisão preventiva

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog