Ex-grupo de Michel Teló terá de pagar R$ 30 mil por alterar letra de música

Grupo Tradição (Foto: Reprodução/TV Morena)

Grupo Tradição com Michel Teló na formação

(Foto: Reprodução/TV Morena)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) manteve a condenação por danos morais ao Grupo Tradição, por alterar a letra da música “Pé de Cedro” durante a gravação do CD e DVD em 2005, em Campo Grande. À época, o cantor Michel Teló era o vocalista do grupo. Em um trecho da música onde diz “no meu último repouso na cidade de Coxim”, foi dito “no meu último repouso na cidade de Campo Grande”.

De acordo com a sentença publicada na terça-feira (20), o Tradição terá de pagar R$ 30 mil a familiares de Gerson Coutinho da Silva, conhecido como Goiá, autor da canção em parceria com Zacarias Mourão. O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa e com o advogado de defesa do grupo para repercutir o caso, mas não obteve retorno. A assessoria de imprensa de Michel Teló também foi procurada, mas não atendeu às ligações.

O processo foi iniciado em setembro de 2005 por Hilger Coutinho da Silva e Ilda Alves da Silva, filho e viúva do coautor, e a sentença em primeira instância foi proferida seis anos depois. O Tradição recorreu da decisão no Tribunal de Justiça. Os desembargadores negaram o pedido, e o relator do processo, desembargador Luiz Tadeu Barbosa Silva, justificou dizendo que a banda tinha autorização para reproduzir a música, mas não para alterar a letra.

Segundo o advogado dos familiares de Goiá, Edilson Magro, nada irá reparar a dor sofrida pela família, uma vez que a música alterada foi executada em nível nacional pelo Grupo Tradição. “A decisão do desembargador foi justa. Justiça foi feita”, disse.

Show e pedido de desculpas
À época da divulgação do CD e DVD do Tradição, moradores de Coxim ficaram indignados com a alteração da letra e levaram o caso ao Ministério Público Estadual. O grupo assumiu o erro e assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que se comprometeu a fazer uma apresentação na cidade como forma de desculpas. O show foi realizado em praça pública e organizado pela prefeitura da cidade. Apenas a parte de Zacarias Mourão participou da assinatura do termo.

Fonte: Do G1 MS

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog