Fazenda interdita locadoras de veículos no Grande Recife

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE) interditou no começo desta semana duas locadoras de veículos no Grande Recife. Juntos, os estabelecimento possuíam 252 veículos. O motivo da interdição foi a descoberta de que os automóveis estavam sendo comercializados, em vez de alugados. Além disso, não recolhiam o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pela venda desses produtos – pois a inscrição estadual previa atuação em outro ramo.

Ao não pagar os impostos, esses locais conseguiam vender os veículos por preços menores, promovendo assim uma concorrência desleal com concessionárias regulares. “Havia faixas anunciando vantagens, taxas de financiamento diferenciadas e uma equipe de vendedores. Tudo configurava a atuação como revenda e não como locadora”, afirmou o diretor-geral de Fiscalização Especial e de Controle de Mercadorias da Sefaz-PE, Anderson Alencar.

Mês passado, no Sertão do Pajeú, outros quatro estabelecimentos foram interditados pelas mesmas irregularidades, além de apreendidos R$ 1,5 milhão em veículos. A Sefaz-PE intensificou a fiscalização em locadoras de automóveis neste segundo semestre de 2011. O cerco deve ser mantido até o final do ano.

Nos próximos dias, serão divulgadas pelo Fisco estadual as estimativas de impostos que deixaram de ser recolhidos aos cofres pernambucanos por conta da atuação irregular dos locais interditados, após a análise da documentação das empresas e do levantamento dos valores dos estoques de automóveis. Se não bastasse a sonegação, os estabelecimentos vendiam a frota que deveria fazer parte do seu patrimônio por pelo menos um ano.

Com Do Jornal do Commercio

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog