Geisel pensou na possibilidade de desenvolver bomba atômica

Rio de Janeiro, 12 ago (EFE).- A ditadura militar que governou o país entre 1964 e 1985 pensou em desenvolver uma bomba atômica, segundo um documento secreto do Estado-Maior das Forças Armadas do qual teve acesso o jornal “Estado de São Paulo” e foi divulgado nesta segunda-feira.

O documento é a ata de uma exposição feita pelo então presidente Ernesto Geisel em reunião do Alto Comando das Forças Armadas no dia 10 de junho de 1974 e na qual o então presidente pediu aos militares que iniciassem essa ideia.

Imagem de arquivo, tirada em 1978, do então presidente Ernesto Geisel (e) e do chanceler da Alemanha Helmut Schmidt. EFE/ Arquivo

Imagem de arquivo, tirada em 1978, do então presidente Ernesto Geisel (e) e do chanceler da Alemanha Helmut Schmidt. EFE/ Arquivo

Da EFe

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog