Governo deve propor defesa da indústria em reunião no Planalto

A presidente Dilma Rousseff vai aproveitar a reunião desta quinta-feira com pesos-pesados do setor privado para se defender das críticas de que seu governo não estaria tomando as medidas necessárias para barrar um processo de desindustrialização.

“O encontro também é para mostrar o que o governo tem feito na defesa da indústria brasileira”, afirmou ontem o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência).

Dilma chama empresários para cobrar investimentos

A tarefa foi entregue ao ministro Guido Mantega (Fazenda), que vai listar as medidas já adotadas para evitar uma valorização excessiva do real.

Um ponto da agenda empresarial é a reclamação de que o real valorizado leva a uma invasão importados no país.

Aos empresários o ministro vai lembrar que a crise internacional continua grave, gerando um elevado nível de estoque na indústria mundial, que busca nos países emergentes um mercado para seus produtos.

“Não vamos permitir que eles invadam nosso mercado”, deverá dizer o ministro.

A lista inicial de convidados trazia 27 nomes. Ontem, diante de reclamações, o governo incluiu outros na relação, como o de Paulo Skaf, presidente da Fiesp (Federação da Indústria de São Paulo), e de executivos da Ambev.

O foco principal da presidente é convocar os empresários brasileiros a investir mais no setor produtivo.

Fonte: Da Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog