Grupo de Haddad ameaça grupo de Marta no PT com corte de verba

Aliados do ministro Fernando Haddad (Educação) aumentaram a pressão para tentar atrair petistas ligados à senadora Marta Suplicy na disputa interna que definirá o candidato do PT à Prefeitura de São Paulo em 2012, informa reportagem de Bernardo Mello Franco, publicada na Folha.

Exemplo de Dilma vira argumento para lulistas pró-Haddad
Ministro da Educação ganha apoio da maior ala do PT

Sérgio Lima – 16.ago.2011/Folhapress
Ministro e pré-candidato a prefeito Fernando Haddad
Ministro e pré-candidato a prefeito, Fernando Haddad

Integrantes do grupo dele usam os nomes do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff e dizem que os colegas que permanecerem fiéis à ex-prefeita podem ser reataliados com perda de espaço no governo e até de verba para futuras campanhas.

O objetivo é agravar o isolamento de Marta no partido e forçá-la a abrir mão da candidatura, o que evitaria a realização de prévias na sigla.

Haddad disse que não tomou conhecimento da prática e não autorizou nem apoia qualquer ameaça a rivais.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog