Hamilton volta a irritar Massa e pede desculpas

Pela segunda corrida seguida, Felipe Massa e Lewis Hamilton voltaram a se tocar. E, mais uma vez, o piloto brasileiro levou a pior e ficou com partes de seu carro destruídas.

“Ele fez a curva muito lento, eu coloquei o carro por fora para tentar ultrapassar. Ele mexeu o carro na freada e acabou me tocando, o que destruiu um pedaço grande da minha asa dianteira, e o assoalho do carro ficou todo quebrado”, declarou Massa.

O toque aconteceu na 21ª volta, quando disputavam a terceira posição. “Eu não tinha o que fazer naquela situação a não ser jogar o carro na grama. Infelizmente, a federação não achou que deveria punir o Hamilton”, disse o ferrarista, que terminou o GP do Japão em sétimo.

Eugene Hoshiko/Associated Press
Lewis Hamilton na frente de Felipe Massa durante o GP do Japão; clique na foto e veja galeria
Lewis Hamilton na frente de Felipe Massa durante o GP do Japão; clique na foto e veja galeria

Segundo o piloto da McLaren, a justificativa para a nova batida –em Cingapura, ele furou o pneu traseiro de Massa– foi a falta de visibilidade dos espelhos retrovisores.

“Eles vibram muito em alta velocidade, e não vi que o Felipe tinha tirado o carro para o lado”, afirmou o inglês, quinto colocado. “Queria pedir desculpas pelo toque, mas felizmente nada aconteceu para nenhum de nós. Não tenho nenhuma má intenção com o Felipe”, declarou.

“Tenho muito respeito por ele, é um ótimo piloto e estava extremamente veloz hoje [ontem]”, disse Hamilton, que neste ano se envolveu em uma série de acidentes e foi diversas vezes punido.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog