Inundações na China deixam 57 mortos e mais de 1 milhão de deslocados

As inundações que estão afetando várias províncias da China neste mês deixaram até agora o saldo de 57 mortos, 29 desaparecidos e 1,21 milhão de pessoas deslocadas, segundo informou o Ministério de Assuntos Civis nesta terça-feira.

France Presse
Chinês carrega menina ao desocupar a cidade de Guangan
Chinês carrega menina ao desocupar a cidade de Guangan

Entre as províncias mais afetadas, segundo o comunicado oficial, estão as de Henan (centro), Shaanxi (norte) e Sichuan (sudoeste), nas quais mais de 1 milhão de pessoas tiveram de ser retiradas de suas casas pelo transbordamento de rios que arrasaram povoados inteiros.

Segundo o Executivo chinês, o prejuízo é de 17,27 milhões de iuanes (US$ 2,7 milhões), ainda sem o acréscimo das perdas pelas plantações afetadas, que ocupam uma extensão de mais de 650 mil hectares inundados e outros 580 mil destruídos total ou parcialmente.

Além disso, relatórios das autoridades locais indicam que mais de 129 mil casas ficaram arrasadas pelas inundações, pelo que foram montados abrigos temporários em províncias como Sichuan, onde a situação deverá piorar antes do fim de semana.

O Ministério de Assuntos Civis elevou o nível de alerta a 4 graus para os próximos dias e enviou equipes especiais de trabalho às zonas mais afetadas para avaliar os danos e ajudar nas tarefas de recuperação.

France Presse
Província de Sichuan, sudoeste da China, alagada pelas chuvas da semana passada
Província de Sichuan, sudoeste da China, alagada pelas chuvas da semana passada

DA EFE

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog