Jaqueline sofre fratura cervical e está fora do Pan

A ponta da seleção brasileira feminina de vôlei Jaqueline, que bateu a cabeçano jogo de estreia no Pan e foi levada a um hospital, neste sábado, sofreu concussão cerebral e uma fratura cervical nas vértebras C5 e C6, sem comprometimento medular e sem necessidade de cirurgia.

Os exames foram realizados ainda no sábado. A jogadora passa bem, mas continuará internada para observação e a realização de novos exames.

A informação foi confirmada pelo site oficial do Comitê Olímpico Brasileiro. O chefe médico da entidade, Dr. João Grangeiro, disse que a atleta não poderá mais jogar o Pan de Guadalajara.

  Luiz Pires/Divulgação  
Jaqueline, ponta da seleção feminina de vôlei do Brasil, sai de quadra imobilizada
Jaqueline, ponta da seleção feminina de vôlei do Brasil, sai de quadra imobilizada

O lance que ocasionou a lesão aconteceu na partida contra República Dominicana, em que o Brasil venceu por 3 sets a 1. Jaqueline foi tentar impedir um ponto do adversário, mas caiu de costas no chão e se chocou com Fabi, que tinha saltado para frente na tentativa de tocar a bola.

As duas receberam atendimento médico ainda em quadra. Jaqueline foi imobilizada e levada ao hospital Real San José, na cidade de Zapopan, nos arredores de Guadalajara.

De acordo com o COB, a atleta se manteve lúcida durante o trajeto até o hospital e também durante os exames, com os movimentos normais. Depois, ela conversou com os familiares no Brasil por telefone.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog