Kleina diz que Valdivia vive ‘momento mágico’, mas não o garante na terça

Valdivia é dúvida para o jogo de terça-feira, contra o São Caetano (Foto: Maria Clara Ciasca)

Valdivia é dúvida para o jogo de terça-feira, contra
o São Caetano (Foto: Maria Clara Ciasca)

Os números comprovam: desde que Valdiviase recuperou da lesão muscular e voltou a ser escalado, o Palmeiras mudou da água para o vinho na temporada. Líder da Série B, com 28 pontos, o time alviverde possui (ao lado da Chapecoense) um dos melhores ataques da competição, com 26 gols marcados, e ainda tem agradado bastante pela organização tática e pelo futebol que vem mostrando. E muito disso passa pelos pés do chileno, que inclusive marcou um dos gols da vitória sobre o Bragantino, na última sexta-feira, no Pacaembu.

Um dos mais empolgados com o futebol mostrado pelo camisa 10 é o técnico Gilson Kleina que, no entanto, não garante a presença do jogador na partida de terça-feira, contra o São Caetano, no estádio Anacleto Campanella. Com a sequência de jogos às terças e sextas, a comissão técnica segue à risca o planejamento traçado pelos médicos e vai aguardar os exames de segunda-feira antes de definir a presença do atleta.

– Quero que ele participe sempre. O Valdivia está vivendo um momento mágico. O time cresceu com ele. Só que é melhor contar com a presença dele em alguns jogos do que correr o risco de perdê-lo novamente. Por isso, vamos aguardar a recuperação, conversar e definir. Eu sou o cara que mais quer vê-lo sempre na equipe, mas é preciso agir com a razão – ressaltou.

Na última terça-feira, na goleada sobre o Icasa, o chileno começou a partida no banco de reservas e entrou aos 18 minutos do segundo tempo, no lugar do paraguaio Mendieta. Contra o Bragantino, na sexta, voltou ao time titular e foi substituído aos 35 do segundo tempo. Se for utilizado na terça-feira, a tendência é que novamente ele não atue os 90 minutos.

Valdivia vem sendo muito elogiado por todos no clube. José Carlos Brunoro, diretor executivo, não tem dúvidas que o atleta será o grande diferencial da equipe neste segundo semestre.

– Em outras entrevistas lá atrás, eu disse que o Valdivia teria tempo para se recuperar. Foram quase 60 dias. Nenhuma lesão foi inventada, ele teve alguns problemas. Ele sofreu muito e nós sofremos com ele. Agora ele está pronto e mostrando o seu melhor. Espero que possa continuar assim – afirmou.

Gilson Kleina está encantado com o futebol de Valdivia (Foto: Marcos Ribolli / globoesporte.com)

Gilson Kleina está encantado com o futebol de Valdivia (Foto: Marcos Ribolli / globoesporte.com)

Fonte: Do Globo Esporte

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog