Lula ficou ‘iradíssimo’ com resultado do IDH do Brasil, diz ministro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se recupera de sua primeira sessão de quimioterapia para tratar um tumor na laringe, ligou hoje para o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, “iradíssimo” com a posição do Brasil no ranking do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da ONU.

O país avançou apenas uma posição e aparece em 84º lugar entre 187 países. O ranking leva em conta indicadores nas áreas de escolaridade, renda e expectativa de vida.

Veja mapa do desenvolvimento humano
Problemas ambientais ameaçam avanços no desenvolvimento humano
Qualidade do desenvolvimento brasileiro cresce, diz Ipea

“Ele nos deu um telefonema iradíssimo hoje, disse que era injusto [o resultado] e que a gente tinha de reagir”, afirmou Carvalho, que foi chefe de gabinete de Lula nos oito anos de seu governo, durante seminário no Palácio do Planalto, na tarde desta quinta-feira (3).

“Com todo o respeito, nós achamos que vale a pena uma discussão em torno da metodologia que é usada [no Pnud]. Nós temos toda a certeza de que os nossos indicadores sociais cresceram, seguem crescendo, mas não queremos entrar numa polêmica sobre isso”, disse o ministro a jornalistas após o seminário.

Segundo Gilberto Carvalho, o ex-presidente está sendo informado sobre “tudo o que aconteceu, de todo o processo”.

“Ele está vigilante, acompanhando cada fato”, disse o ministro.

Com a Folha.com

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog