Lula pede à Fifa que respeite soberania do Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta sexta-feira à Fifa que respeite a soberania do Brasil, depois de desacordos entre o governo brasileiro e a entidade que comanda o futebol internacional quanto ao projeto de Lei para regular o Mundial de 2014.

“Acho que é muito difícil, muito difícil, que a Fifa resolva ter uma discordância sobre um projeto de lei aprovado de forma soberana por um congresso nacional”, afirmou Lula à margem de um seminário organizado em Londres pela revista “The Economist”.

Na quinta-feira, a revista britânica destacou em uma reportagem, divulgada em sua página na internet, a série de denúncias que o presidente da CBF e do COL (Comitê Organizador Local), Ricardo Teixeira, enfrentou não só no Brasil, mas também em outros países.

O ex-presidente ressaltou ainda que nenhum país do mundo pode abrir mão de sua soberania.

“Nosso compromisso com o mundo esportivo e com o Brasil foi organizar a melhor Copa do Mundo que pode ser feita. O resto, a Fifa deixa com o Brasil”, recordou o ex-presidente, que durante seu mandato conseguiu fazer que o Brasil fosse escolhido para organizar o evento.

A Lei Geral da Copa enviada recentemente ao Congresso gerou atritos entre a Fifa e o governo federal. Para a entidade máxima do futebol, a legislação afetará suas receitas na Copa de 2014.

Entre os sete pontos de discórdia está a manutenção, no projeto de lei, da cobrança de meia-entrada para idoso nos jogos do Mundial.

A proposta facilita a entrada de estrangeiros no país no período das competições, determina regras de proteção às marcas associadas ao evento, fixa normas sobre transmissão e retransmissão de jogos, estipula condutas proibidas nos estádios e estabelece normas para o torcedor.

  Robson Ventura – 03.set.2011/Folhapress  
Marisa, Andres Sanchez e Lula (esq.) posam para foto no terreno do Itaquerão
Marisa, Andres Sanchez e Lula (esq.) posam para foto no terreno do Itaquerão no início de setembro

O ministro de Esporte, Orlando Silva, disse que a presidente Dilma Roussef vai se encontrar com representantes da Fifa para resolver as divergências em torno da Lei Geral da Copa.

“A presidente Dilma orientou que a gente marque uma reunião com a Fifa. Devemos definir ainda nesta semana a delegação, a data e o local desse encontro. Uma conversa franca, direta que deve acontecer nos próximos dias vai ser positiva”, disse.

FRANCE PRESSE

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog