Maradona volta a atacar Pelé por achar Neymar melhor do que Messi

Mais uma vez, Diego Armando Maradona não perdeu a chance de atacar Pelé.

Nesta quinta-feira, o ex-técnico da seleção argentina afirmou que o brasileiro deve ter tomado “a medicação errada” quando disse que Neymar é melhor do que Messi.

O santista Neymar disputa com Messi, do Barcelona, o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa, entre outras duas dezenas de concorrentes.

Na quarta-feira, durante encontro em Santos para falar sobre o centenário do clube, Pelé fez a comparação.

Reprodução
Pelé toca violão em encontro com Maradona no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, em abril de 1979; clique na foto e veja mais
Pelé toca violão em encontro com Maradona no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, em abril de 1979; clique na foto e veja mais

“Se comparar individualmente, Neymar é pra mim melhor que o Messi. Bate bem de esquerda, de direita, é um excelente jogador. Ele tem facilidade de sair para os dois lados, individualmente para mim é melhor”, afirmou. “Tecnicamente, o Neymar não é só melhor que o Messi, é melhor do que todo mundo”, completou.

Maradona respondeu a declaração de Pelé em Dubai, onde atualmente treina o Al Wasl.

Esta não foi a primeira vez que dois dos maiores jogadores da história do futebol têm problemas.

Em 2010, durante a Copa da África do Sul, por exemplo, Pelé disse que o argentino não era um bom treinador.

Associated Press/Folhapress
Maradona e Pelé; argentino voltou a atacar o brasileiro em mais um capítulo da história entre ambos
Maradona e Pelé; argentino voltou a atacar o brasileiro em mais um capítulo da história entre ambos

“Não tenho nenhum problema com Maradona. Simplesmente acho que ele não é um bom treinador. Ele teve uma vida muito conturbada, e isso raramente é bom para uma equipe”, apontou.

Pouco antes de pisar na África do Sul, Maradona já havia o brasileiro por ter dito que a África não seria capaz de sediar uma Copa.

Pelé, então, respondeu que o atual técnico sul-americano só ocupou o cargo porque estava desempregado na época.

“Eu estava em Johannesburgo e fiquei sabendo mais uma vez que ele lembrou o meu nome. Acho que ele deve me amar porque mais uma vez me citou”, falou Pelé, na ocasião. “Isto porque eu sempre tentei ajudá-lo quando ele precisava. Fui no programa dele na Argentina, tentamos fazer comerciais juntos mesmo ele chegando atrasado ou não comparecendo”, continuou Pelé.

Com Lancepress e Associated Press

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog