Morre jornalista que fotografou Che Guevara em seu leito de morte

Em foto de 2002, Marc Hutten posa com uma das imagens que fez de Che Guevara no leito de morte (Foto: Joel Robine/AFP)

Em foto de 2002, Marc Hutten posa com uma das

imagens que fez de Che Guevara no leito de morte
(Foto: Joel Robine/AFP)

Marc Hutten, jornalista aposentado da Agência France-Presse (AFP) que fotografou Che Guevara em seu leito de morte na Bolívia, faleceu no domingo (18) aos 82 anos, anunciou a família nesta terça-feira (20).

Marek de Hutten-Czapski, seu verdadeiro nome, nasceu no dia 7 de janeiro de 1930 em Boulogne-Billancourt, na periferia de Paris, em uma família aristocrática germano-polonesa. Entrou na AFP em 1959, assinando como “Marc Hutten”.

Cobriu a guerra do Vietnã, tendo enfrentado a morte em várias ocasiões. Em outubro de 1967 viajou à Bolívia, na época em que o exército executou Che Guevara. Tirou as poucas fotos em cores do corpo, quando foi exposto em praça pública, no povoado de Vallegrande (a 150 km al suroeste de Santa Cruz), imortalizando o momento.

Depois de trabalhar em Buenos Aires, Washington e Hong Kong, Hutten foi o editor em espanhol da AFP na sede de Paris, e nos escritórios da agência em Caracas, Madri, Johannesburgo e na Tunísia, até se aposentar, em 1994.

Foto do argentino Che Guevara, herói da revolução cubana, em seu leito de morte (Foto: Marc Hutten/AFP)Foto do corpo do argentino Che Guevara, herói da revolução cubana, exposto pelos militares em praça pública no povoado de Vallegrande (Foto: Marc Hutten/AFP)

Da AFP

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog