Morre papa Shenouda 3º, patriarca dos cristãos ortodoxos no Egito

O papa Shenouda 3º, o patriarca da Igreja Copta (cristãos ortodoxos) no Egito, morreu neste sábado aos 88 anos, informou à Agência Efe seu secretário pessoal, Hani Aziz.

O religioso, que sofria de várias doenças crônicas, foi eleito em 1971 papa de Alexandria e patriarca da Igreja Copta Ortodoxa de São Marcos, nome pelo qual é conhecida oficialmente a máxima autoridade dos cristãos egípcios.

Nascido em 1923 como Nazeer Gayed na província de Assiut, a 400 quilômetros ao sul do Cairo, era o filho mais novo de uma família de oito irmãos.

Durante seu pontificado, o papa Shenouda 3º nomeou os primeiros bispos nos Estados Unidos, Austrália e América do Sul, e trabalhou a partir dos anos 70 pela aproximação entre as denominações cristãs através de seu chamado ao diálogo entre as distintas igrejas.

A avançada idade do patriarca copta e seus problemas de saúde avivaram os temores sobre sua iminente morte disparando rumores sobre sua substituição à frente da igreja copta, uma das mais antigas do Oriente.

Khaled Elfiqi/Efe
Paoa Shenouda 3º, em missa de Páscoa em 2011; líder da igreja copta morre no Egito aos 88 anos
Paoa Shenouda 3º, em missa de Páscoa em 2011; líder da igreja copta morre no Egito aos 88 anos

DA EFE, NO CAIRO

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog