Mulher de príncipe nega envolvimento do marido em estupro

A mulher do bilionário saudita e príncipe Alwaleed bin Talal negou neste sábado o envolvimento de seu marido no estupro de uma modelo em agosto de 2008, na ilha de Ibiza, um caso reaberto pela Justiça espanhola.

“Estava com meu marido fora da Espanha no dia em questão. Estávamos na cidade francesa de Cannes”, afirmou Amira al-Taweel, citada por seu chefe de gabinete, Kholud al-Dussari.

  Fayez Nureldine/France Presse  
Bilionário saudita Alwaleed bin Talal; mulher nega envolvimento do marido em caso de estupro
Bilionário saudita Alwaleed bin Talal; mulher nega envolvimento do marido em caso de estupro

“Estávamos acompanhados de pelo menos 30 pessoas”, acrescentou a mulher do príncipe, sobrinho do rei Abdullah, da Arábia Saudita, e um dos homens mais ricos do mundo.

Um juiz de Ibiza arquivou o caso, em maio de 2010, por falta de provas. Mas uma corte provincial reverteu essa decisão em 24 de maio, e um tribunal de Ibiza reabriu o processo em 27 de julho, pedindo às autoridades sauditas que colham o depoimento do príncipe.

Segundo informaram originalmente fontes da Justiça, uma modelo de 20 anos, cujo nome não foi divulgado, afirmou ter sido dopada em uma boate de Ibiza e acordado em um barco pertencente à família real saudita, “sentindo o peso de um homem”, que a beijava, sobre ela, e uma forte dor na região genital”.

A Kingdom Holding Company, do príncipe, negou as acusações na última quarta-feira (14).

DA FRANCE PRESSE, EM RIAD

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog