Murray ganha em Xangai e passa Federer no ranking da ATP

O tenista britânico Andy Murray venceu o espanhol David Ferrer (nº5) por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/4, na final do Masters 1.000 de Xangai, e conquistou assim seu terceiro torneio consecutivo na viagem que faz pela Ásia, neste domingo.

Com a vitória, Murray assume o terceiro lugar do ranking mundial da ATP e desloca o suíço Roger Federer para a quarta posição, deixando o atleta, ex-número 1 do mundo, fora do top 3 pela primeira vez desde 7 de julho de 2003, quando o tenista suíço ganhou seu primeiro Grand Slam, em Wimbledon.

  Alexander F. Yuan/Associated Press  
Andy Muray exibe o troféu dos Masters 1.000 de Xangai
Andy Murray exibe o troféu do Masters 1.000 de Xangai

O britânico conquistou os torneios de Bangcoc, Tóquio e Xangai. O triunfo deste domingo lhe valeu o 21º título da carreira, seu oitavo Masters 1.000.

O britânico, muito menos desgastado que Ferrer –que precisou de três sets para vencer cada uma de suas últimas três partidas– encerrou o jogo em 1h45min e levou para casa um cheque de US$ 620 mil.

Este foi o 25º êxito de Murray nas últimas 26 partidas. “Esta é uma das melhores fases da minha vida. Eu joguei muito bem nestas últimas semanas. Estava nervoso porque queria defender meu título. Estou feliz por ter conseguido. Ferrer é uma das melhores pessoas do circuito. É um prazer dividir a quadra com ele. Eu amo jogar aqui [Xangai]. É um dos meus lugares favoritos para jogar”, disse Murray após o duelo.

Com EFE

 

Sobre o editor

Willames Costa
Wíllames Costa
Editor

Instagram

Parceiros do blog